Ilda Pereira compete em Timor de 16 a 23 de Setembro

Ilda Pereira compete em Timor de 16 a 23 de Setembro
 
Ilda Pereira arrecada pontuação no XCO TLIMBC C1 e no Tour de Timor C3
 
A atleta vimaranense Ilda Pereira esteve em prova ao mais alto nível em Timor, representando o BTT Torcatens, em 3 competições Internacionais.
A Ilda começou por competir no Cross Country Olímpico, classe 1 Internacional, a contar para a Asia Mountain Bike Series. A atleta, mesmo já não estando habituada a este tipo de competições, andou sempre junto da cabeça da corrida, tendo apenas perdido o contato com a frente quando ultrapassavam atletas de outras classes, atletas estes mais lentos, em zonas de difícil ultrapassagem. Arrecadou o 3º lugar nesta competição, partilhando pódio com a líder do Campeonato Asiático e a sua compatriota.
No dia seguinte, a Ilda participou no DHI de classe 1 Internacional, tendo alcançado um fantástico 2º lugar, "pilotando" a sua Quer 29" Protótipo, num pódio partilhado com a líder da vertente do Campeonato Asiático e a sua compatriota.
A prova final, que arrancou 1 dia depois, foi o Tour de Timor, prova composta por 5 etapas com um bom naipe de atletas internacionais. Na 1ª etapa, 84km com 1868mts de desnível, a Ilda terminou no 2º posto, atrás da atleta Australiana, Petta Mullens, já campeã do Mundo de ciclismo. Terminou também em 2º lugar nos 81km e 1951mts de desnível da 2ª etapa, aumentando a diferença para a 3ª classificada, a actual Campeã Nacional de Maratonas, Celina Carpinteiro. Os 114km e 1413mts de desnível da 3ª etapa previam-se difíceis para as características da Ilda, tendo-se defendido da melhor forma, terminando em 2º lugar e mantendo a diferença para a 3ª atleta. A etapa 4 foi a etapa crucial da corrida, com 84km e 2475mts de acumulado, aproveitando ao máximo as duras subidas e rápidas descidas para aumentar a sua distância para a 3ª classificada em mais de 30min e cimentando o seu 2º lugar. A última etapa, imensamente rolante, com 112km e apenas 533mts de desnível apresentava-se como sendo a de maior dificuldade para a atleta. A “pequena” Ilda defendeu-se ao máximo em grandes estradões e contra o vento, terminando a corrida com um honroso 2º lugar numa corrida tão dura e exigente.
Para além do 2º lugar na geral feminina, foi a 1ª classificada em atletas do seu escalão etário e terminou em 3º na classificação do QOM (Queen of Mountain)